Tag Archives: Variedades

Biblioteca | Esqueça um livro

2 dez

Para ler, ouvindo:

O príncipe estava mais uma vez fuçando a internet, e caiu na página (que eu amo por sinal) Pêssega d’Oro, e um dos posts falava sobre um projeto VI-DA, intitulado Esqueça um livro.

Esqueça um Livro: Projeto incentiva a leitura.

Esqueça um Livro: Projeto incentiva a leitura.

O fato é que eu fiquei tão encantado com o post da Tia Pê, que resolvi divulgar o projeto aqui no blog, também. Afinal quanto mais pessoas compartilhando conhecimento, mais pessoas conscientes de simples atos como dividir, e aí a gente cria uma corrente de cultura e gentileza, que nos tempos de hoje andam cada vez mais raras.

Aí eu fui atrás de conversar com o moço que está ampliando todo esse movimento aqui no Brasil, e que por sinal foi um poço de simpatia com o Sésé aqui. Felipe Brandão é jornalista e nos conta que já conhecia o BookCrossing (conceito de esquecer um livro pra alguém) dos EUA.

Post's com citações

Se você, assim como euzinho aqui, se empolgou com o projeto e quer fazer parte dessa corrente, basta pegar um ou vários livros que você tenha acabado de ler, escrever algo como o motivo de ele ter sido esquecido, e passar adiante pra um montão de gente ser contaminado por essa “Amnésia Solidária

Em tempo: Muito em breve estarei esquecendo o meu primeiro livro em um shopping daqui de Brasília. Espero que ele faça alguém repensar em alguns valores da vida, assim como ele me fez. “A Culpa é das Estrelas“.

Beijos do sé, e até a próxima!

Victor Sousa: O Melhor Amigo

23 ago

Esta semana eu conversei com meu amigo Victor Sousa, que além de tudo é ator e protagonista do curta “O Melhor Amigo”, de Allan Deberton. Ele me concedeu uma entrevista exclusiva, e contou sobre os bastidores do filme que estreia em Setembro, no Cine Ceará.

Foto: divulgação

Foto: divulgação

OPC: Todo mundo sempre teve um sonho de criança, eu por exemplo, queria ser apresentador de tv, mas acabei me tornando publicitário, rs. E você, que sonhos de criança trouxe para a vida de adulto? Ainda tem os mesmo sonhos?

Victor Sousa: Muita coisa ainda mora aqui por dentro e acho que nunca vai sair. Sempre sonhei com o meu espaço no meio artístico, sempre fui apaixonado por palcos e luzes e isso eu trago desde pequeno, e sempre que tenho a oportunidade realizo essa vontade, de alguma forma.

OPC: Eu, como um apaixonado por tattoos, não pude deixar de reparar que você tem uma tatuagem no braço. Qual o significado dessa coroa?

Victor Sousa: Então, minha coroa era um desejo antigo, sempre tive um afeto imenso por coroas pelo fato de representar um mundo paralelo de toda essa realidade que eu tenho! Acho que todo mundo possui algo que serve de chave para um espaço que só você conhece, né? Porém o próprio significado dela já é algo bastante forte, representa reinado, poder, força e isso também é um grande estimulo pra mim.

Tatto Coroa

OPC: Sabemos que você é aluno do curso de Publicidade e Propaganda. Como pretende conciliar a profissão de publicitário com a de ator?

Victor Sousa: Pra ser sincero nem sei, as coisas vão acontecendo na minha vida de forma inesperada (Graças a Deus), o que vai acontecendo eu vou encaixando da melhor forma possível. Eu não vou falar de conciliar, eu vou dizer que vou pegar meus sonhos e tentar transformá-los em realidade e, seja como publicitário ou como ator, com certeza vai ser bem vindo.

OPC: E quando você descobriu que queria ser ator?

Victor Sousa: Acho que eu nunca passei por esse momento de descoberta, eu sempre quis na verdade! Na minha vida sempre vi tudo como histórias e eu, um personagem a cada etapa, então só fui me apaixonando mais e mais por essa profissão.

OPC: O que sua família acha dessa história toda? (ser ator)

Victor Sousa: Eu ganhei um presente de Deus, foi a minha família! Nunca tive nenhum problema em relação as minhas escolhas com a minha família. Eles sempre me apoiaram em tudo, sempre me deram motivação e estavam do meu lado, até porque nas minhas veias já corre esse sangue artístico. Meu pai sempre teve um sonho de ser músico e meu irmão de ser modelo, acho que eu sou resultado disso também, se deu certo ou errado eu já não sei.

OPC: Agora falando sobre o curta, como surgiu o convite para participar, como um dos protagonistas?

Victor Sousa: Bom, um amigo meu (Daniel Malaquias) me ligou e disse que estava tendo uma seleção para um curta-metragem. Quando ele me falou, eu nem esperei muito tempo para ir me informar. Foi quando entrei em contato com o Allan (diretor) e ele me falou o horário e o dia para eu ir fazer o teste, depois me enviou os textos que representavam os papéis, então com tudo marcado comecei a estudar os textos e fui fazer a seleção. Quando eu cheguei lá, fiz tudo muito esperançoso já tendo visto toda a história, toda a temática, as quais me deixaram com mais vontade de fazer e participar desse projeto. Passado um tempo recebi uma mensagem, (Lembro como se fosse hoje. Quando recebi, eu estava voltando da faculdade) e fiquei muito feliz! Não tenho como expressar a emoção, a realização, e isso ainda aumentou quando eu fiquei sabendo quem seria o outro ator: Jesuita Barbosa. Um cara muito inteligente e uma escola pra mim, do começo ao fim das gravações, entre outras surpresas inesquecíveis que se eu fosse falar, daria um livro.

Foto: divulgação

Foto: divulgação

OPC: Conta pra gente do que trata o enredo do filme, e o que as pessoas podem esperar de uma história como essa?

Victor Sousa: É uma história que creio que muitas pessoas já devam ter passado um dia. Quem nunca teve um amor platônico, né? Acho que quem assistir vai ter uma identificação muito grande, e com certeza vai se achar em algum momento ou personagem. O que mais eu posso falar… O filme está lindo e muito envolvente, rs.

OPC: Quais as principais experiências e aprendizados que você leva consigo em um projeto como “O Melhor Amigo”?

Victor Sousa: Bom, foram 2 semanas convivendo com pessoas totalmente diferentes da minha realidade, vivendo com artistas e pessoas maravilhosas bem de perto, e isso foi um momento mágico na minha vida! O que acrescentei na minha mala foram as várias formas que um artista pode ser, e mais experiência como ator. Eu tive aulas de preparação com a atriz Marcélia Cartaxo e eu nunca pensei que isso pudesse acontecer. Hoje eu me sinto mais preparado e com uma visão que eu não tinha antes do que é ser um ator, do que é fazer arte. Só sei que eu saí de casa para gravar “O melhor Amigo” e voltei pra casa com vários melhores amigos.

Claquete

Claquete

OPC: Deixa então algum recado pros nossos leitores, e convide-os para assistir ao filme.

Victor Sousa: Primeiro, muito obrigado ao meu amigo Serginho pela entrevista. Foi um prazer imenso! O que eu posso falar é que se vocês tiverem a oportunidade de ir assistir O Melhor Amigo, não percam! Como disse antes o filme está incrível, sensível, lindo e foi feito de uma forma mágica. O Melhor Amigo estará no Cine Ceará próximo mês e espero todos vocês lá! Um grande abraço e que o filme possa servir de incentivo para quem possui um melhor amigo ou amiga dessa forma! Leva ele ou ela pra ver junto com você, rs.

Logo abaixo você confere ao trailer oficial do curta:

De 7 a 14 de Setembro.

De 7 a 14 de Setembro.

Um dia. Dois pais.

11 ago

Esses dias me peguei pensando, em como seria viver em um mundo em que não fosse considerado, no mínimo estranho, um filho comemorar o dia de hoje com dois pais, sendo eles gays. É impressionante como ainda hoje, existem crianças que sofrem preconceito, na sociedade em geral, por ter como tutores, dois homens que se amam.

Abaixo você vê o depoimento da atriz Ana Karolina Lannes, filha de pais gays:

Já ouvi desculpas do tipo, “é vergonhoso para uma criança” ou “imagina o peso que essa criança vai ter que carregar a vida inteira!”. Sério, vem cá! Que tipo de peso ou vergonha você acha que uma criança vai passar, por ter um casal de homens como pais? Quer dizer que um filho de pais heterossexuais, não passa por problemas similares ou até piores em sua família? Quantos casais heteronormativos vivem infelizes uma vida de fachada, para não irem contra os dogmas ultrapassados de uma sociedade cada vez mais perversa e hipócrita?

O preconceito começa dentro de casa, a partir do momento em que você não explica pros seus filhos que existem diferentes tipos de pessoas no mundo, e que essas pessoas podem se relacionar com quem elas bem entenderem, sem ninguém ter nada a ver com a vida sexual delas. E que sim, são uma família como qualquer outra. O preconceito está quando você ignora quando seu filho chega em casa, da escola, rindo do coleguinha por ele ter dois pais ou duas mães.

Pesquisando sobre o assunto, encontrei este depoimento de um pai em uma reportagem da UOL, sobre como pais homossexuais contaram aos seus filhos, sobre seus relacionamentos:

Recentemente, o cabeleireiro Vasco Pedro da Gama, 40 anos, de Catanduva (SP), perguntou à filha: “As crianças costumam mexer com você por minha causa?”. “Sim, algumas vezes. Na perua escolar”, ouviu como resposta. “E o que elas dizem?”, continuou. “Dizem que você é gay, que tem namorado. Eu respondo que é verdade, e algumas dão risada”. Vasco insiste: “E você se incomoda com isso?”. “Não, porque é verdade. E se vocês se gostam, qual o problema? Vai saber se na casa delas os pais gostam das mães”.

Mais abaixo, você confere fotos de papais famosos que enfrentaram o preconceito, e assumiram suas famílias publicamente (fotos retiradas do blog da Lilian Pacce):

Ricky Martin com Valentino e Matteo, gerados em barriga de aluguel.

Ricky Martin com Valentino e Matteo, gerados em barriga de aluguel.

O ator Neil Patrick Harris e David Burtka com os gêmeos Harper Grace e Gideon Scott.

O ator Neil Patrick Harris e David Burtka com os gêmeos Harper Grace e Gideon Scott.

Robert Duffy, CEO da Marc Jacobs, com Victoria, adotada durante seu casamento com Alex Cespedes.

Robert Duffy, CEO da Marc Jacobs, com Victoria, adotada durante seu casamento com Alex Cespedes.

O ator Matt Bomer tem 3 filhos com o publicitário Simon Halls.

O ator Matt Bomer tem 3 filhos com o publicitário Simon Halls.

Amor à vida Niko e Eron convidaram Amarylis pra gerar seu filho.

Amor à vida Niko e Eron convidaram Amarylis pra gerar seu filho.

Tem ainda a história do Guto Ferrares, de 25 anos, que adotou a menina Ana Clara (10), neta de traficantes e vítima de um acidente com fogos que a cegou. Hoje eles são uma linda família, e ela tornou-se Mini Miss Brasil 2013.

Guto e Ana Clara.

Guto e Ana Clara.

A todos vocês, incansáveis, que dão amor e carinho aos seus filhos, independente do que pense a sociedade, um Feliz dia dos pais.

#OrgasmoDay (Dia Mundial do Orgasmo)

31 jul

Leia o post, ouvindo:

Ai que Badalo! Pra você que não sabe, o Dia do Orgasmo foi criado por uma rede inglesa de Sex Shop , há 4 anos atrás, e desde então é comemorado todo dia 31/07. Muito mais do que uma brincadeira, essa data foi intitulada para que as pessoas sintam-se estimuladas a terem orgasmos, ao transar.

Quantas mulheres apenas fingem essa sensação, para agradar ao marido? E quantas mulheres sentem-se apenas como objetos sexuais dos seus maridos, achando perfeitamente normal não ‘gozarem’ ao terminar uma transa? O normal é que os dois cheguem ao clímax, de preferência juntos e que haja, acima de tudo, parceria na hora da relação.

O sexo não pode ser tratado como um tabu, nem tampouco o orgasmo. Vocês já pararam pra pensar que nós TODOS somos frutos de um orgasmo? Calma, não estou falando pra vocês saírem por aí, fazendo a “louca pecaminosa” transando com todo mundo. A questão é que, A MAIORIA DAS MENINAS NÃO TÊM ORGASMOS, AO TRANSAR COM SEUS PARCEIROS! Enquanto que os mesmos, acham perfeitamente normal que apenas eles “cheguem lá”, de fato.

Levando em consideração que em alguns grupos sociais ou religiosos, mulheres são proibidas de sentir prazer, e homens gays têm seus desejos reprimidos, ambos por causa de uma sociedade machista e homofóbica, o #OrgasmoDay (assim apelidado no Twitter), foi criado para discutir até que ponto essas questões podem interferir na vida social e no psicológico dessas pessoas. Além de conscientizar a sociedade para o uso do preservativo, como em questões mais simples como a educação sexual nas escolas.

Bom, essa foi a minha contribuição no Twitter, para o #OrgasmoDay:

Orgasmo Day

E convenhamos, orgasmo não é nenhum bicho de sete cabeças, se você não teve ainda, provavelmente terá no decorrer da vida, haha 😀

#BarbaDay

29 jul

Leia o post, ouvindo:

Não é novidade pra ninguém que homens de barba, são bem mais sexy que os demais. Os barbudos fazem parte de fetiches de homens e mulheres dos mais variados gostos e estilos. Levando-se em conta a paixão crescente, pelos adeptos da barba, o @userporra começou a incentivar o #BarbaDay no Twitter, e desde então, a data (28/07) é utilizada para os adeptos da barba postarem suas fotos com a hashtag, exaltando seu “orgulho barbônico”.

Desde o começo do ano cultivando minha barba, um amigo me lembrou da data, e eu acabei postando uma singela contribuição para este evento de ‘garbo e elegância’ da twittosfera:

Minha primeira foto para o #BarbaDay

Minha primeira foto para o #BarbaDay

As próximas fotos saíram no Tumblr Oficial do #BarbaDay, e lógico que escolhi algumas arrobinhas sensuais para vocês:

@antonionicodemo

@antonionicodemo

@AlessandroNorbg

@AlessandroNorbg

@caiomartinsz

@caiomartinsz

@carloscossa

@carloscossa

@cvborges

@cvborges

@fellipedondoni

@fellipedondoni

@goncagomes

@goncagomes

@rodrigo_turra

@rodrigo_turra

@jardelluiz

@jardelluiz

@rafaborgess

@rafaborgess

Não se contendo em postar sozinhos, alguns carinhas preferiram postar com seus respectivos namorados:

@ayroso e o namorado @brunoazevedo

@ayroso e o namorado @brunoazevedo

O casal @dtavare_s e @mayklourenco

O casal @dtavare_s e @mayklourenco

Querendo seguir os moços no Twitter, fiquem a vontade, alguns deles eu já seguia e são uns fofos. No mais, para os meninos, fica a dica de cultivar uma barba bonita e quem sabe sair no ano que vem. Já para as meninas, resta rezar pro Santo Antônio caprichar no seu barbudinho.

Um beijo, e até a próxima! :*

(…) verás que um filho teu não foge à luta

17 jun

E de repente você volta aos tempos de escola. É como se você estivesse vivenciando tudo aquilo que você leu e viu nos empoeirados livros da biblioteca da escola. Sabe quando você se perguntava: “Sério, que isso aconteceu?”, ou quando imaginava: “Não consigo acreditar que a ditadura existiu.”. Sobre o que vem acontecendo no país: é muito triste saber que o poder público, está pouco se importando com a população. É triste saber que os preços vão subir, que vamos ter que custear boa parte do que o Governo Federal, Estadual e Municipal investiram, e boa parte de tudo isso vai sair do nosso bolso. Me intriga e enraivece, saber que algumas pessoas pensam que isso tudo que está acontecendo, é somente por causa de 20 centavos. Sim, começou com o aumento abusivo das passagens de ônibus, mas hoje… hoje é muito mais do que 20 CENTAVOS. Na verdade, estes 20 centavos, representaram a gota que fez transbordar o copo; estes mesmos 20 centavos, transformaram-se no olho do furacão, no inconformismo, na raiva com o descaso, no nojo do que é a política neste país corrupto e hipócrita. Pra quê mostrar pros gringos que nós somos um país feliz, alegre, receptivo, e que passa o dia “sambando” para cada um deles que chega aqui? Me enche de orgulho saber que os jovens não estão mais se calando e baixando a cabeça pras merdas que os governantes jogam na nossa cara, todos os dias. Os 20 centavos representam a corrupção, a violência, a hipocrisia, a nojeira que é o sistema público deste país, o caos na saúde pública, transportes públicos sucateados, impostos altíssimos, salário mínimo humilhante, desigualdade social – uma das maiores do mundo, se não for a maior. Daí vem a truculência. Quem era pra te proteger, te trata como cachorro, como marginal, delinquente. É PROIBIDO LUTAR PELOS SEUS DIREITOS NO PAÍS DA ALEGRIA E DO CARNAVAL? Parece que os nossos governantes não esperavam por isso. Parece que alguma coisa não saiu como eles planejavam. “As pessoas não estão sambando!”, “Cadê a alegria do nosso povo sofredor?”, “Demos a COPA DO MUNDO a eles! Querem mais o quê?”. Os gringos estão chegando e estão recebendo balas de borracha e bombas de gás lacrimogênio. Onde estão os confetes? Se for verdade que proibiram os protestos durante os jogos da Copa, alegando ATOS DE TERRORISMO, eu não sei mais o que é viver em uma democracia. Quero poder contar pros meus filhos, que um dia eu tive orgulho de ver o MUNDO, conhecendo a face obscura do Brasil, e que fomos apoiados por vários países, enquanto a CHEFE DA NAÇÃO se omitia descaradamente. Não! Eles não vão parar, e eu espero que não. Não! Eu não vou me calar, e eu espero que ninguém se cale. Porque não é mais por 20 centavos.

999255_10151423283906086_1914450733_n

Eu tentei me omitir quanto a este assunto, aqui no blog, por achar que ele não tinha muito a ver com o que eu posto por aqui. Mas tendo em vista, que o blog condiz com a minha verdade, os meus gostos e as minhas opiniões, eu apoio todo e qualquer ato, que tente chamar a atenção do poder público, para as mazelas do nosso país.

Pedro Lourenço e a minha “invejinha branca”

28 mar

Foto: Gui Paganini

Foto: Gui Paganini

Durante a minha vinda para Brasília, folheando a revista da TAM em um vôo super tranquilo, me deparo com um jovem. Seria qualquer jovem, se não tivesse me chamado a atenção, ele ser da minha idade e, de acordo com a Forbes, ser um dos 30 jovens mais influentes do mundo. Com 22 anos, ele é o mais novo de todos, e o meu queixo caiu.

Pedro Lourenço é paulistano, filho dos estilistas Reinaldo Lourenço e Gloria Coelho e, pasmem, é o único brasileiro na Semana de Moda de Paris. Começou a carreira aos 12 anos, mostrando roupas de inverno, na São Paulo Fashion Week. Hoje, tem 10 anos de carreira, roupas vendidas internacionalmente, além de parcerias com grifes estrangeiras.

Sim, o meu recalque é imenso. Ele tem a minha idade, ganhou elogios dos nomes mais importantes da imprensa internacional, sua roupa foi usada por ninguém menos que Lady Gaga, e estampada em revistas de renome como Elle e Vogue America.  Em 2011, viu seu negócio crescer 400%. Em 2012 mais 20% (segundo a revista Tam Nas Nuvens).

Foto: (internet)

Foto: (internet)

Ainda em entrevista à publicação da companhia aérea, sobre seu estilo, Pedro destaca que gosta de vestir-se sem muita “invenção”.  Apostando em cores neutras, e boa modelagem, misturando grifes de luxo como Balenciaga e Dior Homme (isso não é para nós, pobres mortais), a marcas como a fast fashion (moda rápida) H&M.

A verdade é que Pedrinho (sim, já sou íntimo, fã e BFF) só nos enche de orgulho. Tanto talento e tanta ‘bagagem’ merecem ser reconhecidos lá fora. Mãe, um dia eu chego lá!

Vocês vão conferir o que foi o desfile de Pedro Lourenço, em Paris. Passarela? Correria nos bastidores? Que nada! Os convidados receberam uma senha, e na hora marcada, assistiram ao desfile online, de seus tablets, computadores e smartphones. Pois taí!